Beleza Blogosfera Blog TipDesign Internet Jogos Música Pessoal TAG TV e Séries

Arquivos em Pessoal



pessoal category image
15 de outubro de 2015

Confesso que esse papo de cosplay sempre me despertou curiosidade, sempre os admirei! Não só pelo trabalho que dá pra se “montar” todo e ir aos eventos, mas também pela paciência que é preciso ter neles, né? As pessoas gostam de ver e tirar fotos, e pra lidar com esse “assédio” é preciso ter muita paciência e simpatia também.

Desde o ano passado, eu e o meu namorado viemos matutando a ideia de irmos fantasiados em algum destes eventos nerds, e o estalo final foi na semana passada, e em cima da hora, procuramos uma loja de fantasias super legal e alugamos pra ir sábado na Brasil Game Show.

Sem mistérios, eu fui de Viúva Negra, pra aproveitar o cabelo ruivo e porque ele queria ir de Capitão América. Chegamos lá depois do almoço, entramos rapidinho porque não tem mais filas de tarde, e foi só pisar lá dentro que já fomos rodeados por MUITA GENTE pra tirar foto, eu não imaginava o tanto de gente que nos pararia pra tirar foto a todo o momento, sério, fiquei assim bem chocada e de todas as idades, desde criancinhas até idosos.

BGS BGS

Infelizmente, as únicas fotos que eu tenho comigo são as que eu mesma tirei e publiquei no Instagram, foi tão louco lá dentro e o sinal lá é tão ruim que acabei desencanando de registrar alguma coisa, até tentei gravar as muvucas no Snapchat (@dontcallmeariel), mas sem sucesso. E eu gostaria de aproveitar o post pra comentar mais sobre o que rolou no evento, os jogos legais pra PS4 que tinham disponíveis pra jogar e jogos indies que estavam lá, mas não conseguimos ver na-da!

A experiência de ir fantasiado é incrível, você chama e recebe muita atenção, tiramos inúmeras fotos e também fomos filmados, até um programa estrangeiro veio gravar também! Mas isso é para os fortes mesmo, além de toda a grana investida, maquiagem que alguns acabam usando e um tempo super instável dificultam bastante a vida dos cosplayers, mas vale a diversão, minha admiração só aumentou e a vontade de me vestir assim futuramente também!

Pra quem tem curiosidade, mas prefere aproveitar o evento, não vá fantasiado ou compre ingresso pra voltar outro dia, assim dá pra ser feliz dos dois jeitos :D

bgs

Gif fofo que montei do vídeo ao vivo que saiu no canal TecMundo, no sábado.


Me acompanhe também:

Bloglovin'   ▪   Fanpage   ▪   Instagram   ▪   Pinterest   ▪   Twitter   ▪   RSS



0





pessoal category image
12 de setembro de 2015

… eu retirei a minha vesícula!

E assim terminou o começo de um mês caótico na minha vida e este era o motivo da minha ausência de tudo. Eu descobri que havia sido contemplada com uma vesícula premiada no final de julho, quando tive uma dor muito forte no abdômen e fui parar no hospital. Na época, acabei tratando de outro probleminha que eu tinha (a pessoa já é bixada por natureza, vejam!), mas fui alertada pelo médico através de uma tomografia que ali na vesícula tinha coisa errada, e que era bom investigar do que se tratava.

Mas pra que serve uma vesícula, jovem?

A função principal desta pequena travessa é armazenar a bile, que é um líquido produzido pelo fígado que vai ajudar a digerir as gorduras que vão para o intestino.

vesicula

Como essa treta acontece?

Existem diversos fatores que causam isso e nenhum deles alivia o meu lado. Pra começar, ele é muito mais comum nas mulheres, por conta ação do estrôgenio sobre a bile, então é bom ficar atenta com a dosagem de pílulas/reposição hormonal e durante a própria gravidez. O histórico familiar também conta muito, além de outros fatores como sedentarismo, obesidade, diabetes e maus hábitos alimentares.

Como saber se eu também fui contemplado?

Não sou médica, ok? Falando por mim, meus sintomas mais frequentes foram muitas dores abdominais, principalmente depois de alguma refeição mais pesada/gordurosa. Se você tem fortes dores lombares ou no dor no estômago, e se elas irradiam por todo o abdômen, marque uma consulta e peça um ultrassom! O ultrassom é o melhor exame pra detectar a presença de pedras na vesícula (também chamado de cálculos biliares).

Então foi exatamente o que eu fiz, me consultei com um médico que me alertou de todas as tretas que envolvem ter uma vesícula doente, e caso o ultrassom confirmasse a colescistite, a única alternativa pra resolver é a retirada dela.

Por que é preciso retirar a vesícula?

Como falei, a vesícula quando começa a produzir os cálculos, é porque ela está zuada, então tem que tirar, não adianta achar que tomar remédio vai eliminar as pedrinhas porque não vai. A urgência da cirurgia vai depender do tamanho delas e do estado da sua vesícula, porque agora ela é uma bomba relógio.

Não existe uma situação menos complicada nisso tudo, se o caso for de pedras pequenas, quase areia, o risco delas saírem da vesícula e entupirem o ducto biliar (ligado ao pâncreas), gerando inflamação na região, é muito grande, podendo causar uma pancreatite aguda e quando isso acontece, se tem 48 horas pra tentar reverter o quadro, senão é morte, sério.

Se o caso for de pedras grandes, elas não vão entupir o ducto, então não tem o risco de danificar o pâncreas, mas a própria vesícula fica comprometida pela movimentação das pedras na tentativa de expulsá-las, causando mais inflamação nela mesma. Meu caso ainda foi um pouco mais tenso, porque além de pedras grandes, alguns fragmentos conseguiram sair da vesícula e entraram na corrente sanguínea, infeccionando o meu sangue, não sei explicar direito, mas por conta disso, eu precisei fazer uma cirurgia de emergência.

Laparoquê?

A cirurgia em si é super tranquila, feita por laparoscopia, onde são feito 4 ou 5 cortes (bem pequenos) na barriga para retirada da vesícula e das pedras, apenas um dia de internação no hospital e mais duas semanas de repouso, repouso mesmo! Nada de querer inventar um armário cápsula ou fazer aquele faxinão neste momento, pega uma coberta e retoma todas séries que você deixou pra trás.

Eu senti muitas dores nos primeiros dias, você não consegue se mexer muito e muito inchaço na barriga, porque eles inflaram ela com gás. Agora preciso manter uma dieta mais leve durante este primeiro mês, então nada de ir pro rodízio só porque não vai sentir mais dores, ok? :(

Está tudo bem agora!

Ainda estou de recuperação, mas este problema só veio pra reforçar o famoso hábito de comer bem que esquecemos, nunca fui de exagerar com comida e nem com gorduras, mas é uma bola de neve, uma hora ela cresce e cai em cima da gente.

Nesse meio tempo, eu já fui me adaptando pra não consumir mais algumas coisas, como refrigerantes e tranqueirinhas, até virei frequentadora de alguns restaurantes vegetarianos e árabes aqui em São Paulo, onde tenho a sensação da comida ser mais saudável/temperada e a minha meta é continuar mantendo este bom hábito que comecei, até porque a tendência é que você perca peso neste processo, e comer bem vai administrar essa perda.

Eu espero que meu relato tenha sido útil de alguma forma, muitas pessoas desconhecem o perigo de se ter pedras na vesícula e eu não sabia de nada disso até minha miga de infância passar por isso, e logo depois acontecer comigo. Nisso tudo, você acaba descobrindo muita gente, amigos e conhecidos, que também já retiraram a vesícula e vivem normalmente, como a Manu, do Ambiente Vistoriado. Então no fim das contas, fica tudo bem sem ela :)

“Mas e aqueles cupcakes monstros de nutella que você vivia postando no Instagram?” É só ter paciência, que a hora deles ainda vai chegar!


Me acompanhe também:

Bloglovin'   ▪   Fanpage   ▪   Instagram   ▪   Pinterest   ▪   Twitter   ▪   RSS



23











BABEE.COM.BR © Design e desenvolvimento por Bárbara Pedrosa