rotaroots category image

Este post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. Para ler todas as blogagens coletivas do Rotaroots, clique aqui. Quer participar? Então faça parte do nosso grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.

Criança tem uma criatividade muito fértil, mas acho que eu devo ser uma eterna criança porque vira e mexe, me pego imaginando que sou alguma heroína andando no metrô e vai aparecer um monstro gigante atacando as pessoas e eu estarei lá para protegê-las, ou não, quem sabe eu mesma sou o monstro, né? ;) Só pra vida ficar mais interessante, afinal, quem nunca?

Então foi proposto o mês passado lá no Rotalindos (sim, estou atrasada!) quais são os 5 personagens que eu gostaria de ser, mas o fato é que eu sou eles, mas ninguém pode saber, senão terei de matá-los.

Princesa Zelda (The Legend of Zelda: Ocarina of Time)

Pra começar, eu não seria qualquer Zelda (tendo em vista vários The Legend of Zelda), eu seria especificamente a Zelda do Ocarina of Time. Porque? Porque nesta história, ela foi muito mais do que princesa, ela desempenhou um papel muito importante na história de Hyrule.

Por quê? Ela aparece disfarçada como seu alter-ego Sheik, último sobrevivente dos Sheikahs, uma raça extinta em Hyrule, para tentar fugir das garras do vilão Ganondorf, aonde acreditávamos que era um brother muito ninja! Mas não, era a princesa lutando as escondidas pelo seu reino :D

Leia mais…


Postado em 03/05/14
4 comentários

Compartilhar no Google+






musica category image

Este mês teremos o lançamento de material novo do The Black Keys, que estiveram no Lollapalooza do ano passado, depois do seu fucking awesome último disco, El Camino, que já tem 3 anos. O novo disco se chama Turn Blue e está previsto para o dia 13 de maio.

The Black Keys

O primeiro single “Fever” já ganhou clipe nesta semana e foi digirido por Theo Wenner. No clipe, Dan Auerbach e Patrick Carney incorporam líderes de algum tipo de igreja protestante, e o mais interessante foi o tratamento que deram na imagem do clipe, lembra muito aquelas fitas de VHS, back to 90′s!

Além de Fever, já tem o áudio de Turn Blue, música que leva o nome do álbum também. Sou muito suspeita pra falar sobre eles até porque gosto muito do som que eles fazem, pra quem se interessou pela dupla, montei uma playlist pra conhecer algumas músicas dos álbuns anteriores.


Postado em 01/05/14
1 comentário

Compartilhar no Google+






blog category image

Pra quem visita o blog, já deve ter visto há alguns meses que eu coloquei um banner na lateral de uma campanha genial chamada Chega de Fiu Fiu, criada pela Think Olga, e pra quem não conhece é uma campanha contra o assédio sexual em lugares públicos.

fiufiu4 fiufiu3-1

Felizmente este tipo de assunto ganhou uma grande repercussão agora na mídia, mas não é novidade nenhuma pra quem é mulher, infelizmente o assédio não tem limites e pelo menos uma mulher que você conheça, seja amiga, namorada, irmã, mãe, todas elas já sofreram algum tipo de assédio nas ruas, em festas, trabalho ou até na própria casa. É tenso, né?

chega-de-fiu-fiu

E pra ajudar ainda mais, o mapa Chega de Fiu Fiu foi desenvolvido semelhante ao Onde fui roubado? com o objetivo de mapear os locais que ocorrem os assédios, nele é possível denunciar algum abuso que você viu ou sofreu. O levantamento destes dados é super importante para o combate e prevenção do assédio e violência contra a mulher.

chega-de-fiu-fiu3

Quanto mais pessoas se conscientizarem e ajudarem a denunciar, melhor pra nós, então acessem e compartilhem!


Postado em 26/04/14
comente!

Compartilhar no Google+






internet category image

Há quase um ano atrás eu tinha começado com uma categoria nova no blog pra compartilhar um pouco da minha paixão crescente sobre animações, estava aprendendo a mexer com Premiere e After Effects da Adobe, fiz um programa de TV e algumas montagens em vídeo, aprendi o básico que me fez despertar ainda mais essa vontade de saber mais sobre animação.

Prosseguindo nesse meu interesse sobre animações, eu encontrei o The Maker, que é um vídeo feito em stop motion imaginado por Christopher e Christine Kezelos, um casal super talentoso. Este stop motion é lindo e reflexivo, nos mostra o quão precioso é o nosso tempo. O The Maker já foi exibido em mais de 60 festivais e ganhou 22 prêmios em eventos como Rhode Island International Film Festival, CFC Worldwide Short Film Festival e Sydney Film Festival.

“A vida é o que você faz dela, e somos todos criadores neste mundo”


Postado em 21/04/14
comente!

Compartilhar no Google+






modaebeleza category image

Antes de apresentar a marca, eu gostaria só de comentar uma coincidência que aconteceu, cerca de uma semana antes do evento, foi inaugurado uma Ikesaki próximo da minha casa e é óbvio como ruiva que sou, fui conferir todo o estoque de tintas acobreadas da unidade. Acontece que por ter sido recém inaugurada, tem muita coisa chegando, não encontrei nada acobreado ainda mas encontrei uma marca nova que até então eu não tinha visto nas prateleiras daqui, a Clairol Professional, da Wella.

Sabe quando o nome te soa muito familiar? Logo me veio tópicos no Ruivices de 2012 (SIM, dois anos atrás!), onde buscávamos referências de ruivos e encontraram uma blogueira com um cabelo maravilhoso obtido por uma linha da Clairol. A partir daí foi uma busca pra encontrar aonde vendia essa tinta maravilhosa, mas a dificuldade é justificada: a Clairol é nova aqui no Brasil (desde 2011) então poucos lugares tinham acesso á ela. Mas eu encontrei um ponto de venda e fiquei feliz, mas curiosa pois não pude nem conferir um catálogo pra ver os acobreados que ela tem :(

Na semana seguinte, eu recebo o convite para o evento de apresentação da nova proposta da Clairol Professional para 2014, reunindo outras blogueiras ruivas e ex-ruivas. Através dos embaixadores Bert Kietzerow (hair stylist), Iggy Popovic e Babel Hopf (coloristas), conhecemos as novas tendências que foram divididas em três categorias:

clairol

Privée
Representada pela personagem Eve, Privée traz cores fortes em contraste com nuances femininas suaves. Apresenta ainda tons de framboesa, bege e um laranja intenso.

Bounty’ful
Os penteados destacam ondas, frisados e cachos soltos, preparados de forma habilidosa, combinando técnicas artísticas novas e antigas. Os dois looks que representam Bounty’ful – Victoria e Celine – trazem uma paleta com tons de tabaco suave, baunilha claro e rosa acobreado. (Eu só coloquei foto da Victoria por motivos: ruivo maravilhoso, desculpa Celine!)

Free estate
Representada pelo personagem Chris. O contraste dos tons e os toques de cor tornam essa Inspiração divertida de usar. A paleta de cores traz toques de azuis e laranja dinâmicos, contrastados por tons de pedra, concreto e areia. O movimento texturizado é fundamental nesse look cool, relaxado e completo.

As nuances ruivas estão divididas em quatro categorias: Amber Fire (Vermelhos acobreados), Iconic Red (Vermelhos quentes, essa categoria possui tonalidades com a tecnologia MICRO REDs que potencializa o tom), Mahogany Glow (Castanho avermelhado) e Pearl Rose (Vermelhos violetas). Um ponto muito legal que eles tocaram enquanto mostravam as novidades sobre os tons vermelhos foi o fato do vermelho ser uma cor universal, e na hora me veio a cabeça diversas meninas que decaparam o cabelo preto e logo abaixo vem o tom avermelhado, ele é uma característica não somente particular de pessoas brancas de olhos claros, como também é muito comum em pessoas negras e é incrível como fica bem em todas, ou seja, independente do seu tom de pele ou sua personalidade, cada pessoa tem um tom de vermelho que combina! Seria ousado dizer que o ruivo é o novo “pretinho básico”? haha

Depois da apresentação, tivemos também a oportunidade de experimentarmos alguns produtos da Clairol através das mãos dos profissionais do Studio Wella. Infelizmente não pude ousar na coloração pois tinha acabado de retocar meu cabelo :(((((((( mas optei pelo tratamento, segue as fotos do resultado:

A foto da esquerda foi a foto que tirei logo após o processo de tratamento com a linha Visible Repair, que incluiu a máscara, shampoo, condicionador, protetor térmico (pra proteger o cabelo da temperatura, IMPORTANTE) e bálsamo reparador (para as pontas). Eu amei o resultado, meu cabelo ficou até mais brilhante <3 E na foto da direita, eu repeti o mesmo processo sem a máscara em casa, então não me venham com aquele "mimimi cabelo de salão" que dá pra ficar linda em casa sim, é só usar os produtos adequados para o seu tipo de cabelo!

Além do tratamento, algumas meninas optaram pelo Glossing, que é uma mistura de tonalizante Clairol com a emulsão de 4%, ele serve pra dar um realce na cor depois de algumas semanas, algo como já fazemos através de outros tonalizantes.

Sobre a tinta, aguardem! Pois fiquei muito curiosa em testá-la, principalmente depois de ver o catálogo deles, assim posso falar sobre a sua duração, desbotamento, etc. Você já usou Clairol? Ficou com vontade de testar também?


Postado em 18/04/14
1 comentário

Compartilhar no Google+
















Babee.com.br                                      Copyright © 2010 - 2014                                      Todos os direitos reservados.