Blog Blog Tip Design Internet Jogos Beleza Música Rotaroots Pessoal TV
rotaroots category image
22 de março de 2015     11 comentários

Vocês já pararam pra pensar nisso: “Se fossemos protagonistas de uma série, como ela seria?” Eu nunca parei pra pensar ~exatamente~ sobre isso, mas o Rotaroots me fez refletir sobre esta possibilidade e eu finalmente criei aqui a minha própria sitcom, que vai começar em 5, 4, 3, 2, 1.

Pra começar, ela se chamaria Me Against the World, e contaria a história de uma garota, ruiva (!) de uns 20 e poucos anos, designer e extremamente criativa, TÃO criativa que ela desenvolveu alguns lapsos de realidade, do qual ela começa a “achar” que vive em um universo parelelo graças (ou não) a sua imaginação (será que é só imaginação mesmo?).

Alguns fãs da sitcom já estão apostando em duas teorias sobre os lapsos: Que poderiam ser ocasionados por uma intensa exposição a games; Ou apenas uma leve caída do berço quando era mais nova. Fiquem aí com este mistério que será revelado no penúltimo episódio!

Deu pra perceber que ela foi inspirada em Sucker Punch, pra quem já conhece o filme, e apesar de achá-lo fraco, eu acredito que a minha versão será mais legal, boto fé, até porque a ideia/roteiro do filme ótima, mas algumas cenas do filme, principalmente as de ação, é viagem demais pra mim.

Sitcom

Voltando a minha série, cada episódio seria uma luta em busca da solução perfeita para o cliente, só que na imaginação dela, para alcançar essa solução, ela passaria por missões reais, nada de só criar, é deitar, rolar, se camuflar, se jogar e não deixar o prazo estourar. Então tudo começaria indo atrás do briefing, que não será uma tarefa fácil, aliás, receber um briefing (bom) nunca é fácil, né migos?

Sitcom

Sitcom

Reunião de brainstorm: Preparando a sua equipe de criação pra missão.

Sitcom

Sorrateiramente conseguindo informações sobre quem está na concorrência do job.

Sitcom

Enfrentando exércitos de Alteradores, soldados insatisfeitos com o planejamento.

Sitcom

Resistindo a pressão dos prazos do job.

Sitcom

E finalizando o job com louvor DENTRO DO PRAZO. Mission accomplished!

A atriz que eu escolheria pra me representar, sem sombra de dúvidas, seria a Emma Stone, por motivos óbvios que vocês já viram aqui na colméia. Ela é divertida, focada e maravilhosa, vai cair com uma luva :D

Sitcom

E a abertura seria parecida com a da Sakura Card Captors (SIM!), só que com pessoas reais, né? Mostrando a protagonista no caminho da firma, seus coleguinhas de trabalho, pegando transporte público, e mostrando a sua transformação mental na hora de trabalhar :D

Sitcom

Também teríamos trajes tão maravilhosos quanto os da Sakura pra usar nas missões! E a trilha sonora deste sitcom seria um mix de músicas que eu escuto, uma coisa mais indie/pop, podendo variar pra algo mais pesado ou calmo, dependendo do feeling e da pressão.

Espero que vocês gostem da minha sitcom (pois eu já amei!), curtam a futura página no Facebook e compartilhem com os amigos, que ela vire sua conversa de mesa de bar sobre as desventuras da dezainer loca das imaginações, e como vocês se identificam com ela, e queriam que o trabalho de vocês também fosse assim. Em breve ela vai estrear no Netflix mais perto de você (quem sabe, né?) :D

Sitcom

Este post faz parte da blogagem coletiva do Rotaroots, um grupo de blogueiros saudosistas que resgata a velha e verdadeira paixão por manter seus diários virtuais. Para ler todas as blogagens coletivas, clique aqui. Quer participar? Então faça parte do nosso grupo no Facebook e inscreva-se no Rotation.


- X -

Me acompanhe também:

Bloglovin'   ੴ   Fanpage   ੴ   Instagram   ੴ   Pinterest   ੴ   Twitter   ੴ   RSS




11 comentários

polinize



internet category image
21 de março de 2015     3 comentários

Pensem em uma pessoa louca por aplicativos: eu. Então por este motivo, vou começar a compartilhar alguns APPs bons e úteis que eu encontro por aí, eu uso Android, mas também vou TENTAR verificar se encontro o aplicativo para o iOS também, ok?

Corgi for Feedly

Corgi for Feedly O aplicativo de hoje é o Corgi for Feedly, um complemento do Feedly mobile.

Ele é um aplicativo gratuito (Android) e muito fofo, pois se trata de um corgi te trazendo o jornal logo de manhã, só que virtualmente. As assinaturas do seu Feedly vão aparecer na sua tela de bloqueio do celular, de acordo com a hora em que são publicadas, fazendo com que você não perca mais novidades que chegam e nem precise desbloquear a tela do celular para ler as notícias.

Corgi for Feedly

Para fazer o download do aplicativo no Google Play, clique aqui.


- X -

Me acompanhe também:

Bloglovin'   ੴ   Fanpage   ੴ   Instagram   ੴ   Pinterest   ੴ   Twitter   ੴ   RSS




3 comentários

polinize



jogos category image
20 de março de 2015     2 comentários

OLAR COLMÉIA! Hoje temos mais uma Sexta-feira Minigameira, que é meu drops semanal sobre o mundo gamer, então se você gosta do assunto, continua lendo este post, e se você não gosta, continua também porque tenho certeza que vai aparecer alguma coisa que você vai gostar :D

Continuando a sequência de jogos muito maneiros da semana passada sobre jogos para criativos (designers, ilustradores e simpatizantes), separei mais alguns joguinhos que vão testar a sua atenção, visão e precisão (tudo ÃO), pra quem não está acostumado, já a gente que trabalha com arte desenvolvemos diariamente, por isso eu me divirto com estes joguinhos, e espero que vocês também!

Pixact.ly

Pixactly

Pixact.ly é um jogo de medidas, ele te pede uma largura e altura em pixels e quer saber o quão próximo você consegue chegar daquele valor, e pra isso, você tem que desenhar um quadrado e ir calculando até chegar a medida certa. É ótimo pra treinar quem quer mexer em HTML, você já vai tendo uma percepção melhor do tamanho dos pixels.

Online Color Challenge

Color Test

Online Color Challenge quer testar se você enxerga bem mesmo, pois existem pesquisas que comprovam que 1 em cada 255 mulheres e 1 em cada 12 homens possuem alguma deficiência visual, e ele te dá três paletas de cores e você precisa reorganizá-las de acordo com cada tom, fazendo com que a transição das cores seja precisa. E este tipo de jogo é o meu preferido! Já falei sobre um jogo parecido com este só que pra mobile neste post.

Color

Color

Color tem o mesmo objetivo do Color Challenge, só que nele temos um círculo cromático, onde você tem que acertar o tom que vai aparecer no centro do círculo, e o círculo vai mudar de acordo com a variação das cores.

Rag Time

Rag Time

Rag Time já quer saber o quão atento você é aos textos e seus alinhamentos, apesar de ser em inglês (e consequentemente, mais fácil), é bom pra treinar a atenção aos hífens e espaçamentos, pois não tem coisa pior do que ler um parágrafo e no final dele, encontrar uma víuva, sério, é feio.

The Bézier Game

Bézier Game

The Bézier Game é o jogo mais difícil deste post, porque eu tenho uma certa dificuldade em desenhar nós do Illustrator, na verdade, é quando preciso fazer curva nos nós, que morte terrível. Ele é diferente do Shape Type que indiquei no post passado, porque neste você que faz o nó e não corrige, o que é mais treta, MAS se você gosta de uma sofrência ou quer só treinar (super digno), tenta a sorte.

E aí, já conhecia estes jogos? Se tiver algum outro jogo que você queira indicar pra mim: “Ó, Babee, você precisa jogar esse jogo, muito manero!“, deixa nos comentários que eu darei um feedback aqui no blog :D


- X -

Me acompanhe também:

Bloglovin'   ੴ   Fanpage   ੴ   Instagram   ੴ   Pinterest   ੴ   Twitter   ੴ   RSS




2 comentários

polinize



tv category image
19 de março de 2015     4 comentários

Pixels

Estou amando esta onda nerd/gamer invadindo as telonas do cinema, primeiro com a overdose Marvel dos últimos tempos e agora, com mais um filme sobre videogame pronto pra estrear já.

No filme Pixels, tudo começa (há um tempo atrás na ilha do so-ol) quando a NASA envia uma cápsula do tempo pro espaço, na procura por outras formas de vida e que caso existam, que elas conhecessem um pouco mais sobre nós, então ali tem informações sobre como vivemos, nossas zueras e nossas culturas, chamando eles pra tomar umas brejas, 1×1 no CS (Counter Strike, tá?), essas coisas.

Mas sabe quando aquilo vai parar em mãos erradas? Então, uns ETs bad vibes encontram a cápsula da Bulma, e ao analisarem uma parte do material que continham vídeos com imagens de jogos arcades clássicos, eles interpretaram aquilo como uma declaração de guerra e decidiram atacar o nosso planeta utilizando os modelos DESTES JOGOS para seus ataques. Wait, WHAT?

Então pra salvar o mundo, o presidente (Kevin James) convoca o seu melhor amigo nerd de infância, Adam Sandler, que foi campeão em competições de games nos anos 80, pra liderar uma equipe de jogadores veteranos pra tacar-le o pau nos alienígenas (ME CONVOCA AÍ NA MORAL).

No elenco, também temos Peter Dinklage (Game of Thrones), Ashley Benson (Pretty Little Liars), Michelle Monaghan (True Detective), Josh Gad (New Girl) e Kevin James (Chuck & Larry, e fez diversos outros filmes com o Sandler). Pra quem não curte games ou até o próprio Sandler (já vi alguns posts de mimimi sobre ele), provavelmente vai achar o filme fraco, mas eu gostei do efeito usado nos personagens e em como introduziram a temática gamer em Pixels, e apenas fico imaginando se fosse real, seria loco… Não, loco é poco!

Se você também curtiu ver o Pac Man mordendo o pai dele, Toru Iwatani, e quem sabe também apareça o Shigeru Miyamoto, hein? Fica ligadinho que o filme vai estrear aqui no dia 23 de junho, tá?

Pixels Pixels
Pixels Pixels


- X -

Me acompanhe também:

Bloglovin'   ੴ   Fanpage   ੴ   Instagram   ੴ   Pinterest   ੴ   Twitter   ੴ   RSS




4 comentários

polinize



modaebeleza category image
14 de março de 2015     4 comentários

Saga Ruiva

Eu falei que a minha saga ruivística continuaria, não? Dito e feito, até porque teve muita mistura durante estes 3 anos e acho legal compartilhar com vocês, que também tem interesse em entrar pro lado ruivo da força e pra quem ainda não se decidiu :D Se você está curioso em saber como começou a minha saga ruiva, recomendo você visitar este post e a primeira parte da saga.

O CLAREAMENTO DA RUIVICE

parte II – 2013

Saga Ruiva

Janeiro/2013: Mantive a mesma misturinha 8.4 + 9.3 da Yellow (Alfaparf), que fiz no fim de 2012, e como eu comentei no post anterior, sempre prestando a atenção na porcentagem da mistura pra não ficar muito dourado (9.3) e nem muito fechado (9.4).

Saga Ruiva

Março/2013: Exatamente um ano depois de ter aderido a ruivice, eu subi mais o tom do meu ruivo, passando pro 9.4 da Yellow, e permaneci usando a marca durante muito tempo ainda, ela tem um desbotamento mais lento e bonito, o preço é ótimo, mas infelizmente é difícil de encontrá-la em perfumarias de São Paulo.

Saga Ruiva

Abril/2013: Comecei a misturar a 9.4 + 9.3 pra tentar um resultado ainda mais claro e laranjinha, que foi super efetivo! Foi mais sucesso ainda quando eu misturava aqueles tonalizantes juntos (que citei aqui), usei muito o 0/43. Minha proporção pra misturar os três foi: 65% de 9.4, 15% de 9.3 e 20% de 0/43 (Special Mix).

Saga Ruiva

Agosto/2013: Graças a uma doação ruivística, pude experimentar um pouco da Truss, que tanto ouvi elogios! Então usei a 8.44 dela na minha misturinha mágica, não quis usá-la inteira pra não escurecer o tom, aproveitei e usei ela como tonalizante mesmo, mantendo a 9.4 + 9.3 da Yellow.

Saga Ruiva

Setembro/2013: No drama pra renovar o estoque da Yellow, optei pro experimentar a Igora (Schwarzkopf), que também só ouvi elogios. Não quis mudar muito o tom do meu cabelo (9 – loiro muito claro), então comprei a 9-7 pra misturar com o intensificador 0-77. O único contra foi ter desbotado douradinho, mas é porque o 9-7 é um acobreado BEM claro. Ah! É importante comentar que a numeração de acobreados da Igora é diferente das outras marcas, eles usam o 7 e não o 4, ok?

Saga Ruiva

Novembro/2013: O drama da falta de tinta é constante, então eu encontrei um tom mais intenso de acobreado da Igora e comprei. Usei somente a 8-77 no meu cabelo desbotado e o resultado foi excelente, fiquei apaixonada, nem precisei misturar nada pra ficar assim, só amores! E o desbotamento dele ficou mais bonito do que o 9-7, então virou minha nova cor, enquanto eu conseguir renovar o estoque dela.

Sei que as fotos não ajudam tanto pra avaliar o tom exato, mas é só pra vocês terem uma noção da diferença, mesmo que pequena, das misturas que eu fiz em casa, sempre tentando manter o mesmo tom só que me adaptando as tintas que eu conseguia comprar, é meio difícil manter o ruivo com uma tinta só porque normalmente o estoque de tinta acobreada em perfumarias é menor, e com essa moda de ficar ruiva, ele acaba bem rápido, então se você não faz o seu cabelo em um salão, é bom sempre procurar um plano B, caso aconteça de não encontrar a sua tinta OU estocar, que é o que eu comecei a fazer então!

Só reforçando novamente que quando optei por tingir em casa, eu sabia de todos os riscos que isso traz, principalmente quando se trata de manchar o cabelo, da tinta não ficar exatamente como eu quero, etc, então se você puder, opte sempre pela ajuda de um profissional. Se vocês tiverem alguma dúvida sobre qualquer uma das tintas comentadas no post, podem me perguntar nos comentários!

E caso vocês tenham se contaminado e queiram entrar pro lado ruivo da força, venham pro Ruivices, nosso grupo do Facebook :D


- X -

Me acompanhe também:

Bloglovin'   ੴ   Fanpage   ੴ   Instagram   ੴ   Pinterest   ੴ   Twitter   ੴ   RSS




4 comentários

polinize













BABEE.COM.BR © Design e desenvolvimento por Bárbara Pedrosa