Blog cinema design etc foto ilust internet games modaebeleza musica rota pessoal

pessoal category image

Eu tenho criado há muitos anos um péssimo hábito de fazer mudanças capilares drásticas no meio da semana, do tipo estar morena e no outro dia já aparecer ruiva, ou loira. Mas existe um tipo de mudança que eu não ousava há anos, coisa de 12 anos pra ser exata: radicalizar no comprimento, aliás, já até cheguei a cortar, mas é aquela coisa de “só as pontas” ou “uns 3 dedos tá bom“, nada do tipo “TIRA METADE DO CABELO“, e essa vontade vinha me consumindo desde quando o verão virou um inferno de se viver.

E cabelo comprido dá um trabalho, no verão parece que ele se triplica, pelo menos o meu tinha que ser lavado praticamente todo dia, o que me deixava bolada já que eu uso tintura e isso faz com que a tinta desbote muito mais rápido :( Dá trabalho pra secar porque vem aquele vapor quente e já tá calor, argh! E mantê-lo solto, coisa que eu mais gosto de fazer, era impossível, então ele vivia preso, eis o comprimento dele:

Olha, eu pensei bem, namorei vários cabelos enquanto isso, matutei a ideia, pra ter certeza ABSOLUTA que não fosse só um fogo momentâneo mesmo. Ela amadureceu. Cheguei a ver diversos modelos, eis que me baseei no cabelo da Maria Casadevall, que já vinha observando há um tempo e o estalo foi no cabelo da Renata <3

Nesse instante, eu voltei do trabalho e já passei no salão super decidida e falei a frase mágica: “Tá a fim de cortar metade do meu cabelo?“, ela é mágica porque desde que eu corto meu cabelo ali, a cabeleireira brinca que quer cortar meu cabelo bem curto e na hora ela nem pensou, então esperei a minha vez, sentei na cadeira e rezei. Ela foi rápida, porque já na primeira leva, foi metade do meu cabelo preso e eu ri (nervosaur), ela até perguntou se eu queria guardar de recordação HAHAHAHA

Enfim, cabelo curto e sem arrependimentos, desapeguei mesmo! Usei a base dos modelos, mas pedi pra repicar mais, pra não ficar tão reto (tenho agonia de corte reto :~). Algumas pessoas vieram “mimimi você gastou tanta tinta com ele“, gente, é só cabelo… E agora eu vou gastar menos. O resultado final é este:

cabelo2

Queria ter postado fotos com qualidades melhores, mas fiquei com medo também de perder o timing do corte, já que meu cabelo cresce rápido :~ Enfim, amei, me sinto muito mais leve e com menos trabalho pra arrumá-lo todo dia <3


Postado em 02/02/14

22 comentários

Compartilhar no Google+






rotaroots category image

Este post faz parte das blogagens coletivas dos Rotalindos <3 Quer participar também? É só curtir e acompanhar a página pelo Facebook!

OLAR! Vou confessar que eu não sou muito boa com listas e nem essas metas de começo de ano, até porque a vida é uma caixinha de surpresas e ás vezes aparecem oportunidades no meio do caminho que podem mudar completamente o rumo das coisas ou que não temos vergonha na cara e simplesmente as esquecemos (o que mais tem a ver comigo HAHAHAHA), MAS me permiti estipular 14 metas objetivas e leves para se cumprir até dezembro.
 

  

Leia mais…


Postado em 17/01/14

16 comentários

Compartilhar no Google+






design category image

Quando eu fiz este layout, tentei adequá-lo ao máximo para o flat design, que muito me encantou pelo seu minimalismo sem deixar de ser atraente com sua paleta de cores.

Flat?

Esta tendência surgiu o ano passado e parece que não fui só eu quem aderiu, vemos ela em sites e até nos novos sistemas operacionais para mobile (Android 4.4 Kit Kat e iOS 7). O flat defende a simplicidade e funcionalidade na interface do usuário (GUIs), ou seja, abrir mão do estilo para focar no que realmente importa! Com isso, foram deixados de lado as bordas, degradês, sombras, reflexos.

Realismo

Em contrapartida, temos o realismo e todos os seus detalhes ricos, que por bastante tempo reinou na área de design. Desde a pré-história, a arte representada pelos homens eram baseadas na “sua realidade” e nas técnicas que foram desenvolvidas com o passar do tempo. Hoje em dia, temos artistas que são tão excelentes que chega a ser difícil distinguir o que é ilustração e o que é fotografia!

No meio disso, a agência inTacto fez uma batalha pra representar estas duas tendências através do game Flat VS Realism que eu achei muito divertido! Eu já escolhi meu lado, e você, qual lado vai defender? :D

Flat vs Realism

Flat vs Realism


Postado em 15/01/14

6 comentários

Compartilhar no Google+






pessoal category image

Quanto tempo! E aí, como foram de fim de ano? É sempre aquela correria, né? Mas apesar da falta de tempo, ainda não consigo largar de vir aqui pra dar um alô! E contar que eu viajei para uma cidade pequena que fica na divisa de São Paulo/Minas Gerais com amigos meus muito queridos <3 E nada como respirar um ar interiorano (existe essa palavra?) pra quebrar toda aquela rotina e tensão que acumulamos ao longo do ano em São Paulo, que está do jeito que o diabo gosta, extremamente abafado e quente...

Por ser uma cidade menor, as opções de "lazer" são mais restritas á quem está acostumado com o ritmo daqui, mas as opções não deixam a desejar, conhecemos restaurantes muito bons (salientando a pizzaria delícia que saímos rolando!), uma praça aonde a galera da região se reune pra socializar (a outra praça é a da igreja), o bar do posto de gasolina com bebidas baratas (metade do preço daqui, é surreal!) e o alambique (não é adega!) que visitamos na roça, que fazia vinhos e cachaças, eu experimentei dentre os disponíveis, dois sabores diferentes e muito bons, um vinho de amora e outro de jabuticaba. Pena que a garrafa não aguentou até eu voltar :(

1. A praça da igreja (aka centro da cidade). Eu tentei mostrar os extremos de nuvens, de um lado tava um tempo aberto e no outro parecia que iam surgir tornados :~ | 2. A iluminação linda da mesma igreja de noite. | 3. Ano novo todo trabalhado na Hora da Aventura com o namorado mais lindo <3 | 4. Euzinha aprendendo a jogar Poker, e jogar bem, viu? HAHAHA

Se eu pudesse estipular uma meta pra 2014, (da qual eu cumpra, né?) seria viajar mais <3 É tão gostoso ir pra lugares diferentes (não tão quentes, pfvr) e conhecer pessoas, gostos, comidas, compartilhar esses momentos com quem gostamos, é quase uma terapia! Obrigada Dai e Cley pela hospitalidade sempre, vocês são maravilhosos <3 (não sei se vocês vão ler, mas enfim <33333) E tenho que me lembrar quando voltar mais uma próxima vez aí de comprar os doces e queijos mineiros antes de voltar HAUHAHUA :~~~


Postado em 10/01/14

7 comentários

Compartilhar no Google+






rotaroots category image

Gostosuras ou travessuras? O Dia das Bruxas já foi, mas os Rotalindos se empolgaram e pra não passar em branco, foi proposto uma blogagem coletiva escolhendo 5 filmes sobre o tema.

Sempre me interessei por essa coisa de bruxas e magia desde mais pequena, acompanhava revistas e séries sobre o assunto, teve até uma época que isso ficou bem na moda! Daí que veio minha idéia pro post (já que sou cagona demais para ver filmes de terror, quem dirá fazer uma lista deles!) de fazer um top five de bruxas ruivas do cinema <3
 

#5 Abracadabra (1993)

Bette Midler é Winifred. A mais velha das irmãs Sanderson, tem que além de cuidar das mais novas, buscar o rejuvenescimento de eras as custas de alguma criança pra correr atrás do prejuízo já que não compraram creme anti-idade. Solta raios pelas mãos e voa de vassoura, é a única capaz de bolar poções e possui um humor interessante.

Winifred Sanderson

 

#4 As Bruxas de Eastwick (1987)

Susan Sarandon é Jane Smart. Ela faz aquele tipo de mulher contida, tipo champagne a beira de explodir e foi na chegada de um ~homem misterioso~ que explodiu, a partir daí ela libera sua ruiva poderosa interior, fica com fogo na shoshana e adere ousadia e alegria como lifestyle.

Jane Smart

 

#3 Harry Potter (1997)

Bonnie Wright é Ginny Weasley <3 Tem essa carinha de indefesa, mas no decorrer da história ela se torna uma mulher muito corajosa e ponta firme pra aguentar as neuras do seu namorado complexado.

Ginny Weasley

 

#2 Espelho, espelho meu (2012)

Julia Roberts é simplesmente a Rainha Má do rolê, além de ryca, se aproveita do posto para ser muito ousada, tá serta!

Rainha Má

 

#1 Da Magia á Sedução (1998)

Nicole Kidman é Gillian Owens. Uma jovem que só se apaixona pela pessoa errada e ninguém sabe o quanto ela sofre por ter sua família amaldiçoada, pra quem não viu o filme, todo boymagia que se apaixona por elas morre, não é fácil! Mas isso não diminui em nada sua maravilhosidade, infelizmente não podemos ter tudo na vida, sua linda!

Gillian Owens

Ainda falando sobre bruxas, vi recentemente uma nota comentando de um possível remake de Charmed, uma série das antigas que durou 8 temporadas e acabou em 2006. As protagonistas da série Holly Marie Combs, Alyssa Milano e Rose McGowan ficaram boladas com a notícia e twittaram sobre reclamando, já que, assim como os fãs, preferem um retorno do que um remake, muitas tretas!

Veja quem mais participou da blogagem: Borboletando, My Other Bag Is Chanel, Nerdiva, Presuria, Pode Chamar de Duds, Poly Pop e Sernaiotto.


Postado em 01/11/13

22 comentários

Compartilhar no Google+
















Design e desenvolvimento por Babee                                                                          Todos os direitos reservados 2010 - 2014 ©