Blog cinema design etc foto ilust internet games modaebeleza musica rota pessoal

jogos category image

Brasil Game Show

A Brasil Game Show ou BGS, pra quem não conhece, é a maior feira de jogos da América Latina e conta com a presença das maiores empresas de games do mundo, os gamers pirão nas novidades! MAS, nem tudo são flores e pra uma feira deste porte, gostaria de dizer que estou decepcionada pela desorganização.

Até às 15h tinha uma fila imensa do lado de fora do Expo Center Norte, gente debaixo de um sol de 32°C e quando eu consegui entrar, a área das catracas estava vazia, não tinha tumulto e nem estava lotado, então pra quê segurar tanta gente? Também rolou uma grande confusão de informações, primeiro proibiram a entrada com mochilas, alimentos e máquinas, e eu pensei “Tem gente que vem de outro estado, eles estão loucos?“. Sim, estavam, mas logo liberaram tudo no sábado :)

Também senti falta de internet lá, não pegava meu sinal do 3G e nem se preocuparam em colocar wifi pra galera, só imprensa. Pode ser frescura, mas em evento de games/informática pra mim esse tipo de coisa é quase que essencial, e é benéfico até pra divulgação da própria feira, porque quem está lá quer compartilhar o que está vendo, encontrar conhecidos, etc.

Vale a pena visitar? Se você gosta de filas e tem paciência pra esperar para jogar 10 minutos de um jogo novo, então sim. Eu preferi só espiar as novidades porque não estava tão sedenta por isso, fui bem de boinhas mesmo. O legal é que a variedade de jogos pra testar era grande, tanto no stand do PS4K (Assassin’s Creed IV Black Flag, Killzone: Shadow Fall, Knack, DriveClub e Resogun) quanto no XBox One (Forza Motorsport 5, Ryse: Son of Rome e Dead Rising 3), ponto positivo pra vocês! Mas, afinal, o que teve de bom então?

Você não pode deixar de visitar

Mal entramos na feira e já damos de cara com a Arena EA Sports FIFA 14. A foto abaixo não é nada fiel ao estado que este stand realmente ficou durante toda a feira, muita gente acompanhava os campeonatos que estão acontecendo durante todos os dias da feira, em dois horários, além de poder testar o jogo no console.

fifa-14-e-um-dos-destaques-da-electronic-arts-1382819674514_956x500

A Warner Bros. realmente não deixou a desejar! Além do FIFA 14, ela trouxe em seus stands outros títulos como Batman: Arkham Origins, que tinha 16 estações para teste e Battlefield 4, com mais de 30 computadores para partidas de 16 contra 16 jogadores, ambos os jogos totalmente traduzidos. Além destes dois stands, havia um terceiro chamado Arcade Center que colocava a disposição testes para Dying Light (nunca ouvi falar nesse jogo!), Disney Infinity, LEGO Marvel Super Heroes, Hot Wheels e Mad Max. Apesar de divulgado, o Need For Speed Rivals não tinha console disponível para teste, ou se teve, foi retirado.

O melhor stand da feira pra mim foi o do League of Legends, tanto pela parte estética quanto pela movimentação. Lá estava tendo o toneio entre as melhores equipes do Brasil e da América Latina, promovido pela Riot Games. As partidas estão sendo realizadas neste fim de semana e a final será amanhã. Pra quem não pode conferir ao vivo, ele está sendo transmitido pelo canal da Riot Brasil no Twitch.

League of Legends

Outro stand que eu gostei de visitar foi o da Seven, que é uma escola especializada na qualificação de profissionais para o mercado de computação gráfica. Nela, além de um palco com diversas atrações (eu estive lá na hora que o Away estava no palco, mas passaram por lá também banda, humoristas, dubladores, etc), também tinha modelagem ao vivo de bonecos no stand.

Seven

Por fim, falar da minha queridinha Blizzard, que disponibilizou em seu stand o Hearthstone: Heroes of Warcraft, jogo de estratégia de cards, que está na sua versão beta e o lançamento de Diablo III para console, pra galera jogar. Eu esperava mais: sim, mas eu acho que a data da feira não foi muito feliz (além de ser realizada no mesmo fim de semana do Enem), até porque antecede a BlizzCon que com certeza trará novidades ainda melhores <3

a-1382729266774_956x500

Considerações finais

É óbvio que ficou um vão da Nintendo, principalmente com o lançamento de títulos tão fodas como Pokémon X/Y e o novo The Legend of Zelda: A Link Between Worlds, acho que eles deveria repensar essa tática nova de transmissão porque uma coisa é um vídeo contando as novidades, a outra é o contato direto com o fã e olha, o que tinha de gente circulando com DS e 3DS lá :(

Visite a Brasil Game Show

Pra você que não foi conferir, ainda tem ingressos para a terça-feira!

Data: 25 a 29 de Outubro
Local: Expo Center Norte – Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme – SP
Horários: 26 e 27 de Outubro (público geral) – 11h às 20h
28 e 29 de Outubro (público geral) – 13 às 22h
Informações: www.brasilgameshow.com.br

As fotos que ilustraram o post foram retiradas do UOL Jogos.


Postado em 27/10/13

6 comentários

Compartilhar no Google+






rotaroots category image

Este post foi revirado do passado e tem uma concentração alta de pó (e amor)!

 

Afinal, não é porque nós valorizamos a essência dos blogs antigos que não podemos valorizar outros tantos blogs mais novos e tão inspiradores quanto? Só sendo limitado demais pra pensar assim ;) Não importa desde quando você tem um blog ou quantos você já teve, o que importa é se você realmente gosta do que faz, de compartilhar novidades, trocar experiências e de fazer amizades, sim, é possível <3
 

Ashley Tisdale 4 Kitten Kitten 2 scrapbook_4

26 8 4 2
  

Assim como a uva, o tempo também passa e não volta, mas existem coisas boas que conseguimos resgatar, e com essa vontade, eu e outros blogueiros que eu admiro nos unimos por uma causa nobre: BLOGUEIRAGEM DESCOMPROMISSADA! Foi daí que surgiu toda essa movimentação toda em prol de uma blogosfera mais tchutchuca <3

A idéia inicial veio da Vicky, uma das blogueiras (das antigas) que eu mais gosto, que estava revirando o passado e suplicando pela volta do mundo blogueiro antigo, de quando a gente escrevia só pelo prazer de escrever, que não tinha essa neura de views e publicidade, a neura se resumia em provas que não foram estudadas, uma desilusão amorosa, um emprego novo, um membro novo na família. Já parou pra pensar em quantas coisas já “vivemos” sendo apenas leitores?

Eu não só amei a idéia, como aderi, até porque blogo desde os meus 13 anos e fui uma das incentivadoras (fortalecendo a ) do Volta, Mundo Blogueiro <3 e é muito óbvio que não ficaria de fora dessa zuera do bem! E a partir dessa blogagem coletiva que surgiu o Rotaroots, quem é roots vai se cadastrar e se juntar a essa nostalgia cheia de amor, que é mais do comentar pra dar uma passadinha no blog, é fazer da blogosfera um lugar mais aconchegante e interessante. Aproveita e conheça outros rootlindos:

Avec Mes Louboutin, Bixcoito, Borboletando, Deborices, Epic, Guivaneios, Maçãs Verdes, Mulher Vitrola, My Other Bag Is Chanel, Nerdiva, Piegas, Pode Chamar de Duds, Presuria, Polypop, Sernaiotto e Vamos de Van.

 


Postado em 24/10/13

14 comentários

Compartilhar no Google+






pessoal category image

Desde pequena eu tenho bastante contato com cachorros, meu penúltimo morou com a gente durante uns 8/9 anos, era um cocker com poodle, lindo e muito dócil, era praticamente uma criança idosa :’) Sendo cocker, ele tinha histórico de epilepsia (comentaram uma vez comigo que isso era da raça) e cuidamos dele durante todo esse processo, desde a fase filhote serelepe até sua fase terminal, já bem debilitado por conta do medicamento forte que tomava.

Ficamos um bom tempo sem animais em casa, até porque não tínhamos espaço suficiente para um animal que não fosse pequeno e as raças menores são bem mais caras. Neste meio tempo, minha mãe teve a ideia de cuidar temporariamente de cachorros dos nossos amigos/vizinhos enquanto eles viajavam, nossa casa virava um hotel canino :D

No ano retrasado eu comecei a cogitar a ideia de adoção, não conhecia muito bem sobre, mas a minha sorte é que eu tenho uma amiga maravilhosa que me ajudou muito nisso e me apareceu com a oportunidade de adotar uma cachorrinha de porte pequeno, chihuahua com poodle (sim, uma mistura foférrima!) que havia sido doada porque a dona faleceu. Não hesitei! Sabe quando você vê a foto e o coração aperta? Era ela <3333

No ano passado eu até contei um pouco sobre ela aqui e aqui, e a partir daí, comecei a ver a adoção como uma nova chance de se dar e receber amor, aliás, mais do que isso, é um gesto de carinho e responsabilidade.

E sei que assim como a minha, existem milhares de outros animais querendo um carinho, alguém pra brincar e que se preocupe com eles. Não julgo quem opte pela compra, pois assim como na adoção, é extremamente importante analisar se você terá tempo para cuidar muito bem dele, se tem o espaço adequado e se pode oferecer o conforto que ele merece, até porque quem ama, cuida e se responsabiliza, né? Então antes de se oferecer para adotar algum ou comprar, seja ele qual for, esteja consciente!

10 pilares da Guarda Responsável

01. Educação das crianças sobre a necessidade do respeito aos animais;
02. Denúncia e vigilância contra maus tratos aos animais;
03. Castração dos peludinhos pra evitar o abandono dos filhotes não planejados;
04. Vacinação para todos;
05. Visitas regulares ao veterinário;
06. Conscientização contra os abandonos, principalmente no final do ano;
07. Necessidade de auxílio aos cães e gatinhos mais idosos;
08. Alimentação digna e saudável;
09. Espaços adequados para a diversão e bem-estar;
10. Higiene constante do local onde moram e também deles mesmos.

E quem gosta e acompanha a causa animal, sabe que essas instituições dependem de doações para manter os animais, tanto de dinheiro como de ração. A Max Alimentos, empresa de ração para cães e gatos possui o programa Max em Ação, que foi criado para doar rações para ONGs e Protetores de animais do Brasil inteiro. Em cada pacote das rações Max, você encontra um vale-ração que pode ser transformado em doações para ONGs e Protetores e para doar é bem simples, você pode enviar os selos por correio dizendo pra qual ONG ou protetor você quer doar seu vale-ração ou depositar em uma urna que fica nos petshops cadastrados ou ainda entregar diretamente pra alguém de sua confiança para que eles se encarreguem de fazer o pedido da doação. Lembrando que ONGs e protetores independentes podem se cadastrar no programa gratuitamente pelo site: www.maxemacao.com.br, então se você conhece algum, repasse essa informação a ele para ajudar ainda mais animais :D

Este post faz parte de uma blogagem coletiva que a Max Alimentos propôs a Vicky que convidasse várias blogueiras contanto suas experiências sobre adoção e conscientizar as pessoas em prol do bem estar animal, legal né? No post dela tem outros posts sobre o assunto ;)


Postado em 19/10/13

6 comentários

Compartilhar no Google+






jogos category image

pokemon-x-y

Finalmente foi lançado um dos jogos mais esperados pra Nintendo 3DS: Pokémon X e Y, que vem cheio de novidades e é por isso que vi a necessidade de mostrar minhas primeiras impressões sobre ele. O último Pokémon que eu joguei foi o Heartgold e com exceção das novas gerações de pokémons, não temos uma mudança tão drástica na série/história ao longo dos anos.

Já no X/Y, a primeira mudança e a mais surpreendente está nos gráficos, e posso dizer que sim, essa é a versão mais bonita e detalhada: o jogo evoluiu de 2D para 3D. Esse foi até um ponto que eu conversei com meu namorado, eu achava digníssimo se eles trabalhassem mais nas batalhas em uma linha semelhante ao Pokémon Stadium (N64) e agora elas estão até em 3D :D

original

Outro ponto que eles investiram foi na história, que está um pouco diferente das anteriores, não tem nada mais de ir para o laboratório, pegar um Pokémon iniciante e lutar com seu rival. Você também começa numa cidade do interior chamada Kalos que é inspirada na França, só que agora você sai em sua jornada para se tornar o maior treinador Pokémon viajando com outros quatro amigos, cada um deles tem sua personalidade própria (tem uma ruivinha, hihi), e que saem recrutados pelo Doutor Sycamore para descobrir mais sobre as mega-evoluções (!).

Essas mega-evoluções evoluem seu Pokémon pra uma versão mais forte, mas ela só acontece durante a batalha, e pra isso, é preciso que ele tenha alcançado sua última evolução e esteja segurando sua pedra especial, os únicos pokémons que podem realizá-la no momento são Aggron, Ampharos, Absol, Blastoise, Blaziken, Charizard (X e Y), Garchomp, Gengar, Kangaskhan, Lucario, Mawile, Mewtwo (X e Y), Tyranitar e Venusaur. O que mais me chamou a atenção é que na versão X tem uma versão boladíssima do Charizard, que muda sua aparência e também muda seu tipo para Dragão (FINALMENTE!).

Além das mega-evoluções, tem o novo tipo Fada e ele já foi implementado em alguns pokémons existentes como o Sylveon, Clefairy, Jigglypuff, Marill e Togepi, e já vem super efetivo contra Dragão, então percebe pouca coisa não é!

A interação com seu pokémon agora é muito maior e só possível através do Pokémon-Amie, onde você pode fazer carinho e brincar com ele, além de treiná-lo para aumentar seus atributos.

E pra fechar com chave de ouro, os treinadores podem ser customizados e sim, você pode deixá-lo a sua cara mudando tom da pele, corte e cor do cabelo, barbas, chapéus e etc, eu que fiquei super receosa achando que essa customização se limitaria as três opções já divulgadas na mídia, mas puro equívoco meu, é possível sim ter uma treinadora ruivinha, não é demais?

Ah! Outra coisa legal desta versão é que para os jogadores que curtem mais a primeira geração, é possível “capturar” um dos três pokémons iniciais clássicos (Bulbassaur, Charmander e Squirtle) já no começo do jogo e não será preciso dar todo aquele rolê entre os ginásios como era antigamente <3

Se vocês quiserem saber mais sobre o jogo e dicas, eu separei estes dois links:

- Algumas dicas para você curtir Pokémon X ou Y ao máximo
- Review: Pokemon X e Y traz novidades sem perder a magia da série


Postado em 16/10/13

9 comentários

Compartilhar no Google+






pessoal category image

Eu disse que voltava e voltay! E pra não perder aquele climão nostálgico de infância, regato de fotinhas de crianças lindas nas redes sociais, eu me pego divagando pelos meus blogs favoritos, quando me dou de cara com um meme antigo já, mas perfeito pra esta época feito pela linda da Débora sobre brinquedos que ela sonhou, porém nunca foi contemplada e me vejo aqui, na mesma situação, me recordando e me corroendo daqueles que fizeram parte das listinhas de MUST HAVE do Natal que nunca foram atendidas :( mesmo eu sendo um docinho (vide foto abaixo).

Simpática, ruiva e hipster desde 90′s!

Sem frescura, choradeira e humildade, quando criança meu maior sonho era ganhar:

#5 Vai e Vem: Sim, um brinquedo simples que eu tive somente oportunidade de pegar emprestado naqueles intervalos de quando podíamos levar brinquedos pra escola, me divertido muito, tirando a hora que o coleguinha se empolgava e prendia meu dedo na bola, corno.

#4 Furby: Eu também sempre quis ter um monstrinho peludo que falasse comigo e que provavelmente iria acabar dormindo com meu irmão de noite, mesmo procedimento que eu fiz com os tamagochis que adquiri na vida, tinha medo deles me assustarem de noite dizendo que iriam morrer e levar minha alma, sei lá, né?

#3 Moto elétrica: Outro brinquedo que brinquei e fiquei com o coração partido de devolver pro dono :( Que no caso, era moto de menino, mas a sensação de ser radical era igual e eu sempre quis ser mais radical do que usar quatro rodinhas na bicicleta…

#2 Avião da Barbie: Eu tive muitas barbies, de todos os jeitos e nunca tive frescura por ser a mais cara ou mais barata, eu queria mesmo era roupas e acessórios, mesmo que custassem R$1,99 (inclusive, eram os melhores!), mas se tem algo que eu ostentava, esse era o avião da Barbie. Também pude pegar nele uma vez, visitando uma coleguinha de berço de ouro, ATÉ GELO TINHA NESTA COISA!!!!!11111111 Aquele dia foi loco, sempre me lembro da emoção de viajar naquele avião.

 

#1 Gameboy: Só peguei em um gameboy um dia na minha vida, pra jogar Pokémon, claro, mas assim, depois nunca mais. Cresci e criei um super preconceito contra consoles portáteis, acho que tudo não se passava de um recalque por não ter tido um, até porque é uma diferença enorme jogar no console e no emulador, né? Emuladores de N64 me fazem sofrer! Hoje em dia, eu superei o recalque eu pude conhecer seu sucessor mais maravilhoso, o Nintendo 3DS, e gostei, muito, amor verdadeiro (porque tem Ocarina of Time 3D) <3

E você, algum brinquedo daqui que você ainda tem e quer me dar? BRINKS! HAHAHAHAHAHA Mas você já teve aquele brinquedo que sempre quis mas não ganhou, e passou pelo mesmo drama infantil que eu? Abra seu coração <3


Postado em 14/10/13

5 comentários

Compartilhar no Google+
















Design e desenvolvimento por Babee                                                                          Todos os direitos reservados 2010 - 2014 ©