✨ NAVEGUE PELAS CATEGORIAS ✨
Blogosfera Cotidiano Livros e Séries Estilo Freebies Inspiração Jogos Música Tech
#Cult . 19 de abril de 2017 . COMENTÁRIOS (9)

Se você não ouviu ou viu falar sobre #GIRLBOSS, deve estar ouvindo falar agora que a Netflix se empolgou em transformá-la em uma série, da qual estamos ansiosíssimas! Confesso que ele ficou na minha wishlist de leiturinhas por alguns meses (comecei o ano com preguicinha de ler), mas quando vi o trailer, fiz questão de começar e terminar bem rapidinho pra contar pra vocês se vai ser legal e o que podemos esperar dela ✨

.

GIRLBOSS

fonte: instagram.com/sophiaamoruso

#GIRLBOSS não é um livro sobre moda, não diretamente. É sobre a trajetória de Sophia Amoruso, CEO da Nasty Gal, de vida loka a referência no mundo da moda, e chegou tão longe apenas por investir em trabalhar com algo que ela gostava e se dedicou muito a fazer: vender roupas legais.

“Qualquer coisa que você fizer pode ser criativa.
Se, quando você fizer uma vitamina, você tentar fazer a melhor vitamina que o mundo já provou, esse é um ato criativo.”

E o livro não é sobre a vida dela, tá? É sobre confiar no próprio taco e bater com força, mesmo com os dedos bem calejados. A história da Sophia não é muito diferente da nossa, ela foi uma garota que sempre correu atrás do seu cafézinho na Starbucks, mas nunca se encaixou em nenhum emprego “convencional”, e por motivos de força maior (sua saúde de 80 anos, como todos nós), ela decidiu trabalhar de casa, criou uma loja no eBay pra vender peças vintage babadeiras que encontrava nos brechós.

.

GIRLBOSS

.

ATA, mas todo mundo faz isso, nada novo sob o sol! Cê que pensa, é aí que entra o diferencial dela, ela se preocupou com coisas que ninguém ligava naquela época como: investir na foto da peça 📸

Então ela providenciou o quê? Um cenário bacana, “contratou” modelos, montou uma composição e um enquadramento que valorizasse as peças, além de toda a sua criatividade pra descrever as peças, e isso fez o quê? Agregou mais valor ao camarote das peças! Todo mundo pode vender brusinha na internet, até eu já tentei, mas o que torna a sua brusinha (ou o produto que você quer vender) mais interessante do que o do seu concorrente? Fica aí esta reflexão pra você 💭

Sonhe grande

comece pequeno

É como eu gosto de dizer pras pessoas, que basicamente é uma junção de palavras bonitas que formam uma frase reflexiva: você é o protagonista da sua própria vida, então procure fazer coisas que você gosta e se elas te renderem dinheiro, além do bem estar, você tirou a sorte grande!

.

GIRLBOSS

.

Se hoje eu sou designer de interfaces (que cria interfaces (que nada mais é que site/aplicativo)), é porque com 12 anos eu vi uma matéria na TV e decidi que eu queria aprender a fazer sites, e foi esse caminho que eu trilhei até aqui. Não virei uma CEO (ainda), mas estamos caminhando e estudando pra chegar tão longe quanto 💸

“Você não pode convencer uma pessoa de que você é incrível e fantástica se você mesma não achar que é”

Mas se é sobre a Nasty Gal, vai ter rasgação de seda? Não vou mentir, vai sim! E a gente lê sobre como a Nasty Gal ficou popular e super descolada, e que parte disso é reflexo da própria Sophia, mas que nem todo mundo que trabalha lá é vida loka que nem ela, etc. Eu não achei essa parte cansativa, embora li resenhas que acharam meio chatinha essas partes do livro, e eu gostei porque não conhecia nada sobre a marca, então fica mais uma visão sobre esse lado empreendedor das moda toda 👗

A parte mais daorinha do livro é que você vai encontrar uma porrada de bons conselhos: sobre a vida, de acreditar mais em você mesma, de trabalhar os seus pontos fortes e mostrar isso pro mundo; sobre trabalho, tem dicas até de como fazer uma boa carta de apresentação; sobre estilo, e essa é uma das partes divertidas da Sophia que não vou contar, mas espero que seja retratado na série.

.

GIRLBOSS

.

Pra mim, #GIRLBOSS me rendeu uma leitura fácil e divertida, eu fico com receio quando vejo que se trata de um livro biográfico, pois rolou trauminha lendo Not That Kind of Girl, da Lena Dunham, mas ele conseguiu me prender e terminei rapidinho. Acabei lendo ebook, mas pretendo comprar o livro físico, pois é bem maravilhoso ✨ Se floppar, pelo menos me rendeu bons gifs! A série será lançada no dia 21/04, ou seja, depois de amanhã você já gruda em qualquer dispositivo que tenha Netflix, BLZ FMZ VLW FLW!

.

.


Me acompanhe também:

Bloglovin'   ▪   Fanpage   ▪   Instagram   ▪   Pinterest   ▪   Twitter   ▪   RSS



Deixe seu comentário aqui!


Comentário sujeito a moderação, tenha paciência :)






  • Cheguei aqui procurando sobre o livro #GirlBoss, porque sinceramente fiquei encantada com a história dela, claro que a série está repleta de exageros “uma leitura muito livre de acontecimentos reais” mas a jornada dela é incrível uma pena que a NastyGal ultimamente tenha passado por séries dificuldades financeiras.


  • Eu já havia lido o livro e achei MASSA -as pessoas ainda usam o termo massa?-, mas a série foi um tiro no pé.

    Antes de mais nada: QUE LAYOUT LINDO. AHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHHH!


  • Eu não tinha me interessado tanto no livro até ver o trailer da série e agora a sua resenha. Achei muito interessante e vou ver se consigo ler :D


  • Bárbara // 22/04/2017 às 23:49

    Eu achei o livro muito chatinho em algumas partes, parece que ela queria ser super descolada e interessante, mas acabou saindo chato, sabe? É um risco que acontece em autobiografias, rola aquele narcisismo, assim como rolou em Girlboss também.


  • Que sorte a minha ler essa resenha bem no dia do lançamento do filme na Netflix hahahaha já vou assistir agora, mesmo sem ter lido o livro, fiquei curiosa demais pra esperar :P

    Que trauminha cê teve com Não Sou Uma Dessas? Eu tô lendo o livro agora e tô curtindo muito, mas quero saber o que tu achou, rs

    Beijos ♡


  • Bárbara // 19/04/2017 às 21:47

    NO AGUARDO DA AVALIAÇÃO <3


  • Bárbara // 19/04/2017 às 21:47

    Eu fico muito feliz de saber que sua vida também mudou com a Grande Magia, Mary <3 Porque a minha mudou muito e vamos compartilhar essa luz aí que o mundo tá precisado bastante! E também ri que você não curtiu o da Lena, achei que só eu não tinha gostado auehaueh se você lembrar de livros legais, me indica também <3


  • Também tô com esse livro encostado na lista de leitura. E tbm não li ainda por trauma de Dunhan, mas acho que vou engatar ele agora que tô nas ultimas com Grande Magia. E falando nisso, menina, que dica mais lifechanging essa que vc deu hein? Sabe nos desenhos quando o personagem é iluminado por uma luz dos céus e toca a musiquinha gloriosa? Fiquei assim com Grande Magia! Que jeito de ver a vida! Muito inspirador, só tenho a agradecer a indicação!! Tô mandando geral ler agora também! Hahahaha


  • EU
    QUERO
    LER
    LOGO
    AAAAAAA

    Surtos á parte, depois da minha maratona na sexta-feira, volto aqui para opinar sobre.



  • © 2010 - 2016 Babee. Todos os direitos reservados. Para o topo ▵
    © 2010 - 2017 Babee. Todos os direitos reservados.